IMPOTENCIA SEXUAL MASCULINA PODE SER CONTROLADA

HIPOTIREOIDISMO SUB-CLÍNICO

30 de maio de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: PRESSÃO ALTA, OU A HIPERTENSÃO ARTERIAL

É UMA DAS DOENÇAS COM MAIOR PREVALÊNCIA NO MUNDO MODERNO E É CARACTERIZADA PELO AUMENTO DA PRESSÃO ARTERIAL, AFERIDA COM ESFIGMOMANÔMETRO (APARELHO DE PRESSÃO) OU TENSIÔMETRO, TENDO COMO CAUSAS A HEREDITARIEDADE, A OBESIDADE OU SOBREPESO, O SEDENTARISMO, O ALCOOLISMO, O ESTRESSE, O FUMO E OUTRAS CAUSAS.

A hipertensão arterial, hipertensão arterial sistêmica (HAS) conhecida popularmente como pressão alta é uma das doenças com maior prevalência no mundo moderno e é caracterizada pelo aumento da pressão arterial, aferida com esfigmomanômetro (aparelho de pressão) ou tensiômetro, tendo como causas a hereditariedade, a obesidade ou sobrepeso, o sedentarismo, o alcoolismo, o estresse, o fumo e outras causas. Pessoas de ascendência afro possuem mais risco de serem hipertensas. A sua incidência aumenta com a idade, mas também pode ocorrer na juventude. Existe um problema para diferenciar a pressão alta da pressão considerável normal. Ocorre variabilidade entre a pressão diastólica (chegada do sangue no coração) e a pressão sistólica (envio do sangue para toda a economia orgânica) e é difícil determinar o que seria considerado normal e anormal neste caso. Alguns estudos farmacológicos antigos criaram um mito de que a pressão diastólica elevada seria mais comprometedora da saúde que a sistólica. Na realidade, um aumento nas duas é fator de risco. Considera-se hipertenso os indivíduos que mantém uma pressão arterial acima de 140 por 90 mmHg ou 14x9, durante seguidos exames, de acordo com o protocolo médico. Ou seja, uma única medida de pressão não é suficiente para determinar a patologia (doença de alteração da pressão arterial). A situação 14x9 inspira cuidados e atenção médica pelo risco cardiovascular. Pressões arteriais elevadas provocam alterações nos vasos sanguíneos e na musculatura do coração. Pode ocorrer hipertrofia do ventrículo esquerdo, acidente vascular cerebral (AVC), infarto do miocárdio, morte súbita, insuficiências renal e cardíacas, etc. 
O tratamento pode ser medicamentoso e/ou associado com um estilo de vida mais saudável. De forma estratégica, pacientes com índices na faixa 85-94 mmHg (pressão diastólica) inicialmente não recebem tratamento farmacológico. Entre as doenças graves que compromete a pressão alta ou hipertensão arterial  sistêmica, algumas são além de muito comuns, são também muito graves, como por exemplo a síndrome metabólica, composta por diversos sinais e sintomas que são agregados a esta doença, pois a base inicial em que esses diversos sinais e sintomas que sempre preocuparão  os médicos endocrinologistas e pesquisadores é o famosos quarteto do terror composto principalmente pela hipertensão arterial sistêmica ou pressão alta, obesidade e sobrepeso, mas principalmente a obesidade intra abdominal ou visceral e central, além do diabetes mellitus tipo 2 e as dislipidemias tais como alteração do colesterol total, LDL – colesterol ou mal colesterol, HDL – colesterol ou bom colesterol descompensado, triglicérides que são os quilomícrons ou pequenas partículas de gorduras. A cada dia aparece uma nova intervenção desta síndrome  e não existem dúvida que o final irá acabar comprometendo o sistema cardiovascular. Portanto os sintomas onde aparecem alterações de pressão arterial alterados devem ser muito bem avaliados para sabermos as causas e cuidarmos que devemos ter com os órgãos alvos, pois inquestionavelmente irá desregulado todo o sistema metabólico e comprometer entre outros, o sistema cardiovascular que fatalmente irá terminar em uma péssima qualidade de vida e provavelmente com êxito letal.

Dr. João Santos Caio Junior
Endocrinologia-Neuroendocrinologista 
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista-Medicina Interna 
CRM 28930



Como Saber Mais:
1. A situação 140x90 mmHg inspira cuidados e atenção médica pelo risco cardiovascular ...
http://controladapressaoalta.blogspot.com/

2.
Pressões arteriais elevadas provocam alterações nos vasos sanguíneos e na musculatura do coração... 
http://metabolicasindrome.blogspot.com/

3. 
 Pode ocorrer hipertrofia do ventrículo esquerdo, acidente vascular cerebral (AVC), infarto do miocárdio, morte súbita, insuficiências renal e cardíacas...
http://gorduravisceral.blogspot.com/ 

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO 
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
K Imai, Hamaguchi M, Mori K, Takeda N, Fukui M, Kato T, Kawahito Y, S Kinoshita Kojima e T
1. Departamento de Oftalmologia da Faculdade de Ciências Médicas, Universidade de Kyoto Provincial de Medicina de Kyoto, no Japão
2. Departamento de Inflamação e Imunologia, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade de Kyoto Provincial de Medicina de Kyoto, no Japão
3. Departamento de Endocrinologia e Metabologia, Hospital Memorial Murakami, Universidade Asahi, Gifu, Japão
4. Departamento de Endocrinologia e Metabolismo, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade de Kyoto Provincial de Medicina de Kyoto, no Japão
5. Departamento de Gastroenterologia, Hospital Memorial Murakami, da Universidade Asahi, Gifu, Japão.









Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br 

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

Seguir no Google Buzz


19 de maio de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA – NUTRIÇÃO: A PRESSÃO ALTA OU HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA É UMA DOENÇA

QUE EMBORA TENHA DIVERSOS FATORES GENÉTICOS QUE LEVA AO SEU APARECIMENTO,ASSIM COMO COINCIDÊNCIAS FAMILIARES TEM NECESSIDADE EM PRINCIPIO DE FATORES AMBIENTAIS E NUTRIÇÃO COMO UM DOS PRINCIPAIS GATILHOS, ENTRE PADRÃO DE DIETA IDEAL PARA OS HIPERTENSOS OU PACIENTES COM PRESSÃO ALTA, É PROPOSTO POR ÁREAS MÉDICAS QUE ENVOLVEM ESTA DOENÇA SILENCIOSA.

A dieta DASH (Dietary Approches to Stop Hypertension), significa "métodos para combater a hipertensão através da dieta". É uma abordagem não farmacológica para um dos maiores problemas de saúde pública do mundo. Esta dieta foi elaborada com o objetivo de reduzir a pressão arterial. A dieta vai além da redução de sal ou sódio na alimentação. Essa dieta recomenda o consumo aumentado de frutas, verduras, grãos integrais, peixe, aves e gordura monoinsaturada, tendo como objetivo um consumo adequado de magnésio, potássio, cálcio, proteínas e fibras. 
Porém, é necessária uma redução na ingestão de gordura saturada, colesterol, carne vermelha, processados, doces, bebidas que contenham açúcar e o consumo moderado de álcool. Ela foi desenvolvida para ser flexível o bastante para se encaixar no estilo de vida e preferências alimentares da maioria das pessoas e inclui todos os alimentos saudáveis da dieta mediterrânea3. O planejamento para uma dieta que ajuda a reduzir a pressão arterial inclui principalmente os alimentos da tabela abaixo: Além da redução da pressão arterial, este plano alimentar traz benefícios para a saúde cardiovascular, redução do colesterol1 e da inflamação5. Também ajuda na manutenção do peso corporal, sendo indicado para adultos, crianças e toda a família. 
Estes alimentos fornecem nutrientes importantes como cálcio, potássio e magnésio. Porém, não basta só mudar a alimentação, é necessário incluir hábitos de vida saudável, como a prática regular da atividade física, abandono do cigarro e consumo moderado de bebidas alcoólicas. 





Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. O que é a dieta DASH... 
2.Quais são os alimentas recomendados para a dieta DASH...
http://aterosclerose.blogspot.com/


3. Quais são os alimentos recomendados para os hipertensos...
http://esteatosehepatica.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
ABC.MED.BR, 2011. Como é a dieta que reduz a pressão arterial?. Disponível em: hipertensao-arterial/72672/ em: 13 mai. 2011.








Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/


Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17
Seguir no Google Buzz



16 de maio de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: PRESSÃO ALTA, A DOENÇA VASCULAR QUE MAIS MATA OS SERES HUMANOS,

DE FORMA SILENCIOSA, TRAIÇOEIRAMENTE, POR MÚLTIPLOS FATORES, QUE COMPROMETERÃO NO FINAL, DE FORMA DRAMÁTICA O CORAÇÃO, ENTRETANTO A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA TAMBÉM COMPROMETE TODOS OS VASOS EM CADA SEGUIMENTO DE NOSSO ORGANISMO, E MUITAS VEZES OU NÃO DAMOS IMPORTÂNCIA AO SEU APARECIMENTO OU NÃO SABEMOS DE SUA PRESENÇA.

A pressão sanguínea é a força que o sangue exerce sobre as paredes dos vasos sanguíneos de todo o nosso organismo. O coração bombeia sangue para as artérias (vasos sanguíneos), que levam o sangue para o corpo todo. A pressão alta, também chamada de hipertensão arterial sistêmica, é perigosa porque faz o coração trabalhar mais para bombear o sangue para o corpo. Isso contribui para o endurecimento das artérias (arteriosclerose podendo ser ou não acompanhada de placas de ateroma, aterosclerose que é o comprometimento pelo colesterol total e suas frações) podendo levar a uma parada cardíaca.
O que é uma pressão sanguínea normal ?
Há muitas categorias de pressão sanguínea. Normal: menos de 120/80 mm Hg; Pré-hipertensão: 120-139/80-89 mm Hg; Hipertensão 1: 140-159/90-99 mm Hg; Hipertensão 2: 160 e acima/100 mm Hg; e acima. Quem está com a pressão arterial acima do nível normal deve procurar um médico para saber como baixá-la. O que causa a hipertensão arterial sistêmica? A causa exata é desconhecida, mas há diversos fatores que colaboram para o seu desenvolvimento:fumar (tabagismo); estar acima do peso, sobrepeso, obesidade, obesidade visceral, intra abdominal ou central, por ingestão inadequada nutricional, com  sedentarismo ou estilo de vida incompatível com a normalidade. Excesso de sal na dieta, é outro fator significativo. Muito álcool (mais de uma ou duas doses por dia) já se considera alcoolismo; estresse físico, mecânico, químico, psíquico; idade avançada; a genética é um fator certo para o desencadeamento da pressão alta, principalmente com algum efeito gatilho; histórico familiar; doenças crônicas do fígado, distúrbios supra-renais ou da tireoide e outros fatores secundários. Os sintomas mais frequentes que são importantes: geralmente não há sinais. 
Por isso, um terço das pessoas que têm hipertensão arterial não sabem que possui a doença. O melhor caminho, portanto, é sempre checar a pressão arterial. Se a sua pressão arterial estiver extremamente alta, você pode ter alguns sintomas: dor de cabeça intensa, fadiga ou confusão mental, problemas de visão, dor no peito, dificuldade para respirar, batimentos cardíacos irregulares, sangue na urina. A tendência para desenvolver a hipertensão arterial sistêmica – pressão alta é mais frequente em: pessoas com histórico de  doenças semelhantes na família; quem fuma- tabagistas; afro–descendentes, mulheres grávidas; pessoas com mais de 35 anos; obesos, quem está acima do peso, sobrepeso, obesidade, obesidade visceral, intra abdominal e central; pessoas que bebem muito álcool (alcoólatras); sedentários com estilo de vida comprometedor, quem ingere muita gordura ou comidas salgadas. A hipertensão arterial é diagnosticada através de uma consulta médica, e você deve  frequentemente questionar seu médico a respeito de suas condições de saúde e procurá-lo sempre que tiver dúvidas, êle é o único profissional em condições de poder diagnosticar a hipertensão arterial ao medi-la com um monitor. Embora seu médico possa diagnosticar a hipertensão arterial ao medi-la com um monitor, você mesmo pode ter um aparelho eletrônico em casa. O ideal é checar a pressão arterial pelo menos uma vez por ano. Muitos problemas de saúde estão associados à hipertensão arterial. A hipertensão é uma doença séria, que pode danificar seu coração e os vasos sanguíneos. Pode levar também a vários outros problemas, como: infarto; parada cardíaca ; ataque do coração; falência do fígado; problemas de visão; insuficiência renal. O fato é que quando a pressão alta ou hipertensão arterial sistêmica começa a dar sintomas, por sua própria característica de ser silenciosa, tenha a certeza que algum estrago importante já foi estabelecido, e devemos consultar o mais breve possível um especialista, e no caso de apresentarmos sedentarismo, a primeira recomendação de bom senso é mudarmos esta atitude errônea comportamental, se formos obesos e apresentarmos qualquer tipo de obesidade, seja ela sobrepeso, obesidade visceral ou intra abdominal, tome uma atitude radical , perca peso e corrija seus demais hábitos questionáveis.

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1.
A pressão alta, também chamada de hipertensão arterial sistêmica, é perigosa porque faz o coração trabalhar mais para bombear o sangue para o corpo...
http://nutricaocontrolada.blogspot.com

2. 
Fumar (tabagismo); estar acima do peso, sobrepeso por ingestão inadequada nutricional, com  sedentarismo ou estilo de vida incompatível com a normalidade pode desenvolver pressão alta...

3. 
A pressão alta é diagnosticada através de uma consulta médica...

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Prof. Walter Edgard Mafei, que foi professor da PUC – Universidade Católica de São Paulo, Fac. Medicina da Sant Casa – SP, Chefe de Laboratório do Hospício de Bicêtre na França, Membro da Sociedade Francesa de Neurologia e livre docente de Anatomia Patológica e Patologia Geral da USP, Hospital Psiquiátrico do Juqueri – SP, Secção de Neurologia do Departamento de Medicina Interna. Zhang Zhenzhen , Hu Gang , Benjamin Caballero , Lawrence Appel ,Liwei Chen. Habitual coffee consumption and risk of hypertension: a systematic review and meta-analysis of prospective observational studies, American Journal of Clinical Nutrition 2011 ajcn.004044 ; First published online March 30, 2011.









Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/


Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br


Google Maps:
 
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

Seguir no Google Buzz


25 de abril de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: NUTRIÇÃO - CONSUMO DE CAFÉ NÃO ESTÁ RELACIONADO AO RISCO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA OU PRESSÃO ALTA,

BEM COMO NÃO LEVA A OBESIDADE, SOBREPESO, OBESIDADE VISCERAL OU INTRA ABDOMINAL DEPENDENDO DO ADOÇANTE COLOCADO.

O café, nossa principal fonte de cafeína, é utilizado por milhares de pessoas com o intuito de permanecerem alertas. Além da cafeína, o café contém quase 400 outras substâncias químicas, inclusive quantidades muito pequenas de várias vitaminas, minerais e taninos. Porém com o processo de torrefação a cafeína por ser uma substância termo-estável não é perdida, como ocorre com as outras substâncias. O café contém poucas calorias. Em uma xícara de 168 ml de café sem açúcar contém somente 04 calorias. Há muito tempo se tenta relacionar o hábito de beber café com alterações cardiovasculares. A hipertensão arterial sistêmica ou pressão alta, é muito prevalente em todas as populações do mundo e está relacionado com hábitos alimentares, principalmente com o consumo exagerado de sal. O café por ser uma bebida de grande consumo mundial acaba gerando muitas dúvidas em relação aos seus benefícios ou malefícios. A primeira coisa que vem à cabeça das pessoas quando se fala em café é nos efeitos da cafeína. Estudos mostram a associação entre o consumo habitual de café com o risco de hipertensão e concluíram que consumir mais do que 3 xícaras de café por dia não está relacionado ao aumento da pressão arterial, hipertensão arterial sistêmica.

Para chegar aos resultados, os cientistas analisaram seis estudos realizados anteriormente, com um total de mais de 170.000 pessoas. Em cada estudo, os participantes tinham que responder quantas xícaras de café eram consumidas por dia. Os voluntários foram acompanhados durante 33 anos. 
Os resultados mostraram que aqueles que consomem habitualmente mais de três xícaras por dia não tiveram um aumento na incidência de hipertensão arterial sistêmica ou pressão alta, quando comparados com aqueles que consumiam menos de uma xícara por dia. A hipertensão arterial sistêmica ou pressão alta está mais associada á má qualidade da alimentação, ou seja, o consumo excessivo de sódio na dia a dia que é encontrado principalmente no sal de cozinha e nos alimentos industrializados.

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. A hipertensão está mais associada á má qualidade da alimentação...

http://nutricaocontrolada.blogspot.com

2. O café contém poucas calorias...
http://metabolismocontrolado.blogspot.com/

3. O café é a principal fonte de cafeína...
http://obesidadecontrolada3.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
 


Referências Bibliográficas:
Zhang Zhenzhen , Hu Gang , Benjamin Caballero , Lawrence Appel ,Liwei Chen. Habitual coffee consumption and risk of hypertension: a systematic review and meta-analysis of prospective observational studies, American Journal of Clinical Nutrition 2011 ajcn.004044 ; First published online March 30, 2011.








Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:

http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17
Seguir no Google Buzz


23 de dezembro de 2010

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA É UMA DOENÇA EMINENTEMENTE VASCULAR,

ENTRETANTO SUA REPERCUSSÃO SOBRE O ORGANISMO É DEVASTADOR, PRINCIPALMENTE QUANDO A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA OU PRESSÃO ALTA, ESTA ASSOCIADA A OUTROS FATORES ORGÂNICOS  ASSOCIADA AO AUMENTO DE ÍNDICE DE MASSA CORPORAL – IMC - SE AGRAVANDO EM MULHERES JOVENS, MAIS INTENSAMENTE EM MULHERES ACIMA DOS 50 ANOS, E PRATICAMENTE SEM DIFERENÇA EM AMBAS, QUANDO TABAGISTAS, CONFIRMANDO ASSIM QUE A HIPERTENSÃO ARTERIAL OU PRESSÃO ALTA, O IMC – ÍNDICE DE MASSA CORPORAL E O TABAGISMO SÃO PARCEIROS NO COMPROMETIMENTO GRAVE DE QUALQUER UMA DAS SITUAÇÕES INDIVIDUALMENTE.

Diversos trabalhos científicos bem como observações clínicas, mostram claramente que a pressão é exercida de dentro para fora em valores que mesmo o tecido que reveste os vasos sejam elásticos, sua pressão interna chega praticamente ao limite perigoso de ruptura, o que é muito freqüente em todo o organismo devido aos diversos diâmetros, pressões e espessuras dos diversos vasos comuns quando se trata de acometimento de Hipertensão Arterial Sistêmica ou Pressão Alta, aumento de massa corporal – IMC, e tabagismo.
São doenças eminentemente vasculares que comprometem toda a economia orgânica desde os vasos dos membros inferiores, renais, de todos os órgãos, aparelho respiratório, sistema ótico através da retinopatia hipertensiva, sistema neurológico, e sistema cardiovascular. Não bastasse estas doenças que podem acontecer com qualquer um de nós, de ser uma série de moléstias silenciosas que devastam nosso organismo, algumas pessoas agregam substâncias tóxicas como por exemplo, o tabagismo, uma praga legalizada, com dezenas de alcalóides altamente nocivos ao ser humano. Não tenha dúvida que os custos destas doenças superam em muito os impostos arrecadados pelos governos do mundo todo. E infelizmente, aonde existe renda fiduciária em grandes somas e consumidores ávidos para inconscientemente (alguns), fazerem uso desta droga, o combate a este tipo de droga será inócuo, e sem melhora para qualidade de vida da população. Portanto, a hipertensão arterial sistêmica ou pressão alta é uma doença extremamente grave de per si, associada ao IMC – índice de massa corporal aumentado, um desastre, e acompanhado por drogas como o tabagismo será uma catástrofe previsível num futuro não muito longínquo.

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia-Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930

Como Saber Mais:
1.Na Hipertensão Arterial Sistêmica há comprometimento desde os vasos dos membros inferiores, renais, de todos os órgãos, aparelho respiratório, sistema ótico através da retinopatia hipertensiva, sistema neurológico, e sistema cardiovascular...
http://hipertensaoarterial2.blogspot.com


2.Estas são uma série de moléstias silenciosas que devastam nosso organismo...
http://controladapressaoalta.blogspot.com


3.Os custos financeiros das doenças metabólicas não controladas são muito altos, superando em muito os impostos arrecadados pelo governo...
http://metabolismocontrolado.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
L Zheng, Z Zhang, Z Sun, J Li, X Zhang, C Xu, D Hu and Y Sun Department of Cardiology, Shengjing Hospital of China Medical University, Shenyang, People's Republic of China Department of General Surgery, Digestive Medical Center, First Affiliated Hospital of Tsinghua University, Beijing, People's Republic of China Heart, Lung and Blood Vessel Center, Tongji University, Shanghai, People's Republic of China Department of Cardiology, First Affiliated Hospital of China Medical University, Shenyang, People's Republic of China.








Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:

http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.

Seguir no Google Buzz


9 de dezembro de 2010

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A SÍNDROME METABÓLICA

(SOBREPESO, OBESIDADE, OBESIDADE VISCERAL, INTRA-VISCERAL, ABDOMINAL, INTRA-ABDOMINAL, HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA, DIABETES MELLITUS TIPO 2, AUMENTO DO MAL-COLESTEROL, DIMINUIÇÃO DO BOM-COLESTEROL, AUMENTO DOS TRIGLICÉRIDES, DIABETES) ESTÁ RELACIONADA COM O AUMENTO DA PRESSÃO INTRA-OCULAR (GLAUCOMA) QUE PODE INTERFERIR NA QUALIDADE DE VIDA PARA QUEM TEM LONGEVIDADE BEM COMO A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA OU PRESSÃO ALTA.

Foi realizado um estudo com 14.003 homens e mulheres de 18 a 83 anos, indivíduos aparentemente saudáveis, em que a pressão intra-ocular (PIO) era em média de 14,8 mm Hg o que é considerado normal. A pressão intra-ocular (PIO) foi examinada pelo tonômetro de sopro (aparelho que mede a pressão dos olhos – intra-ocular). A pressão alta intra-ocular (PIO) foi definida como (PIO) maior que 21 mm Hg, quando não tem anormalidades intra-oculares, ou história anterior de tratamento para glaucoma, que é o nome técnico da pressão intra ocular (PIO) aumentada. Como critério, foi usada a definição de síndrome metabólica (obesidade visceral, gordura intra-abdominal, hipertensão arterial sistêmica, pressão alta , diabetes mellitus tipo 2, aumento do mal-colesterol, diminuição do bom-colesterol, aumento dos triglicérides), não citando problemas cardiovasculares. Nos indivíduos de ambos os sexos, a freqüência de pressão intra-ocular (PIO) elevada, tinha relação direta com o aumento do número de componentes da síndrome metabólica (obesidade visceral, gordura intra-abdominal, hipertensão arterial sistêmica, pressão alta, diabetes mellitus tipo 2, aumento do mal-colesterol, diminuição do bom-colesterol, aumento dos triglicérides). Três dos componentes da síndrome metabólica (obesidade visceral, gordura intra-abdominal, hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus tipo 2, aumento do mau-colesterol, diminuição do bom-colesterol, aumento dos triglicérides) foram relacionados com o aumento da pressão intra-ocular (PIO) .
A síndrome metabólica é um fator de risco para o aumento da pressão intra-ocular, portanto para se ter longevidade com qualidade de vida, que é de relevância, devemos evitar a Síndrome Metabólica de todas as maneiras, porque o aumento da pressão intra-ocular (glaucoma) pode ser uma das conseqüências da Síndrome Metabólica e comprometerá a qualidade de vida futura.


Dr. João Santos Caio Junior
Endocrinologia-Neuroendocrinologista 
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista-Medicina Interna 
CRM 28930


Como Saber Mais:
1. A Pressão Alta pode interferir na pressão intra-ocular...
2. Hoje, como a média de anos de vida aumentou, é importante evitar ou tratar a Síndrome metabólica... 
http://metabolicasindrome.blogspot.com/

3. Os comprometimentos da gordura visceral são importantes...
http://gorduravisceral.blogspot.com/ 

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO 

DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
K Imai, Hamaguchi M, Mori K, Takeda N, Fukui M, Kato T, Kawahito Y, S Kinoshita Kojima e T
1. Departamento de Oftalmologia da Faculdade de Ciências Médicas, Universidade de Kyoto Provincial de Medicina de Kyoto, no Japão
2. Departamento de Inflamação e Imunologia, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade de Kyoto Provincial de Medicina de Kyoto, no Japão
3. Departamento de Endocrinologia e Metabologia, Hospital Memorial Murakami, Universidade Asahi, Gifu, Japão
4. Departamento de Endocrinologia e Metabolismo, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade de Kyoto Provincial de Medicina de Kyoto, no Japão
5. Departamento de Gastroenterologia, Hospital Memorial Murakami, da Universidade Asahi, Gifu, Japão.









Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br 


Google Maps: 

http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.

Seguir no Google Buzz


22 de novembro de 2010

ENDOCRINOLOGIA - NEUROENDOCRINOLOGIA: HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA, SÍNDROME METABÓLICA, PRESSÃO ALTA,


OBESIDADE INTRA VISCERAL, DISLIPIDEMIA COLESTEROL TOTAL, BOM COLESTEROL HDL, MAL COLESTEROL LDL, TRIGLICÉRIDES, DIABETES MELLITUS TIPO 2, ATEROSCLEROSE, DOENÇAS CARDIOVASCULAR; CONSIDERANDO ALGUNS DOS FATORES QUE SÃO RESPONSÁVEIS PELO AUMENTO DA PRESSÃO ARTERIAL,  AS ALTERAÇÕES DA PRESSÃO ALTA TEM SUA FISIOLOGIA COMPLEXA E VITAL PARA NOSSA QUALIDADE DE VIDA E SOBREVIVÊNCIA.



A pressão arterial é a força do sangue contra as paredes dos vasos sanguíneos. O coração bombeia o sangue para as artérias (vasos sanguíneos), que transportam o sangue por todo o corpo. A pressão alta, também chamada de hipertensão, é perigosa porque faz o coração trabalhar mais para bombear o sangue para o organismo e contribui para o endurecimento das artérias ou aterosclerose e o desenvolvimento de insuficiência cardíaca, mas se formos mais atentos aos detalhes, perceberemos que não é uma doença que tem seu efeito gatilho no coração a principio, mas é uma doença eminentemente vascular, que ira comprometer todos os órgãos secundariamente. Existem várias categorias de pressão arterial, incluindo:
·  Normal: menos de 120/80 mm Hg
·  Pré-hipertensão: 120-139/80-89 mm Hg
·   Fase 1 pressão arterial elevada:140-159/90-99 mm Hg
·  Estágio 2 hipertensão arterial: 160 e cerca/100 e acima mmHg
As pessoas cuja pressão arterial acima do normal devem consultar seu médico sobre os métodos para baixá-la.
Não está muito claro qual os fatores podem ser mais prejudiciais e levarem a Hipertensão arterial sistêmica, entretanto  aceita-se como causa mais de um fator especifico de efeito gatilho para a Pressão Alta, pois a soma de alguns efeitos mais prováveis relativamente comuns, como um   fator estressante pode levar a uma pressão alta reativa: mas a Pressão Alta tem alguns fatores consagrados e mais freqüentes ,  mas as causas exatas de pressão arterial alta não são precisamente conhecidas . Vários fatores e condições podem desempenhar um papel no seu desenvolvimento, incluindo:·         
· Fumar (tabagismo);
· Estar com sobrepeso ou obesidade, obesidade abdominal, visceral, central;
· Falta de atividade física;
· Demasiado sal na dieta;
· Também o consumo de álcool muito acima do razoável (mais de 1-2 doses por dia); · Estresse;
· A idade avançada;
· Genética;
· A história familiar de hipertensão arterial;
· Doença renal crônica;
· Adrenal e os transtornos da tireóide.

O fato é que a Pressão Alta é um fator desencadeante e descompensador do organismo e mais frequentemente e tem mais facilidade de desenvolver pressão alta em pessoas com as seguintes características, tais como: 
· Pessoas com familiares que têm pressão arterial elevada.
· Pessoas que fumam (tabagismo).
· Africano- descendentes.
· Mulheres que estão grávidas.
· Pessoas com idade superior a 35.
· Pessoas que estão com sobrepeso ou obesos, obesidade visceral, intra abdominal, central.
· Pessoas que não estão ativas.
· Pessoas que bebem álcool em excesso.

· Pessoas que comem alimentos gordurosos demais ou alimentos com muito sal.
     O universo de pessoas sujeitas a apresentarem Pressão Alta é Muito grande, e eventualmente não estão incluídas nestes exemplos, entretanto é de extrema importância que as pessoas de um modo geral tenham consciência de que Pressão Alta pode levar ao êxito letal e em sua maioria os pacientes apresentam uma doença SILENCIOSA, GRAVE se não for feito um diagnóstico correto e precoce e tratados adequadamente bem como não se esquecer que se trata de doença crônica.

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologia
CRM. 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM. 28930


Como Saber Mais:
1.O tabagismo é de fato um risco de pressão alta...
http://aterosclerose.blogspot.com/


2.Até que nível de pressão alta poderei estar correndo risco cardiovascular...
http://drcaiojr.site.med.br

3.O que fazer com a obesidade intra abdominal ela pode causar hipertensão arterial ...
http://gorduraabdominal.blogspot.com/


Referências Bibliográficas:
Reviewed by Robert J Bryg, MD on March 06, 2009, Beeson  et  McDermott, Cecil – Loeb,
Medical Universy of Oxford, Cornell University Medical college   








Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com
Seguir no Google Buzz